sábado, 5 de agosto de 2017

BEDA #5 Projeto 30 Dias 24: Um Casal

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Eu estou muito, mas muito cansada, com dores em locais do corpo que nem sabia que tinha como sentir dor. Felizmente mudança pra apartamento mais barato feita com sucesso. Por enquanto não achei nada quebrado, o que já considero lucro hauhauha Além de tudo isso, estou muito contente por finalmente voltar a escrever, estava com saudades! Quebrei o BEDA por dois dias e ainda estou pensando o que fazer a respeito. Tenho dois dias vagos no final do mês, acho que vou passar esses posts pra aqueles dias. Tô pensando também em aumentar o mês até dia 2 de setembro, assim fico com 31 posts... sei lá... tô pensando!!

Enfim, chega de mudança, não aguento mais hahaa Dando continuidade ao projeto Desafio dos 30 Dias do grupo Café com Blog, o tema de hoje é Um Casal. Infelizmente vou ter que falar de mim e o marido. Infelizmente por que?! Por que não conheço nenhum casal como a gente. É lógico que existem, mas aparências é o que mais tem por aí e só conheço essas duas pessoas na intimidade. O resto, não tenho como saber! Começo dizendo que hoje o que mais se escuta é "não case!" e pra mim essa frase é um erro, o problema é que a gente se ilude mesmo, aí casa com a criatura e em pouco tempo já não se aguentam mais! Falta comunicação nos relacionamentos, qualquer um deles, seja com mãe/pai, irmãos, amigos e principalmente com a pessoa amada, afinal, quando a gente ama, queremos estar sempre com ela, e pra estar sempre com ela, precisamos nos dar bem.

E pensando nisso, desde o começo do nosso relacionamento, ha sete anos, nos damos muito bem. Temos nossas brigas, é lógico, não existe perfeição! Mas tentamos resolve-las na hora. Tanto da minha parte quanto da dele, sei que estamos cada vez melhorando e nos sentimos melhor um com o outro, nos damos cada vez melhor! Faz quase dois anos que casamos e desde então estou desempregada, e ele só trabalha aos finais de semana, ou seja, ficamos juntos 24 horas por dia e principalmente sem dinheiro, e ainda estamos juntos hahaha Pra mim isso é uma vitória diária! Passamos a pouco por nossa primeira crise e o maior motivo foi dinheiro. E desde o dia que acertamos a mudança, voltamos ao normal, afinal, vamos economizar bastante dinheiro.

Nesses dias de crise, passava triste o dia inteiro, nos falávamos pouco e quase não nos tocávamos e foi um ótimo aprendizado. Aprendi a respeitar o espaço dele, aprendi e continuo aprendendo com os meus erros a ser uma pessoa melhor. Assim como ele aprende a ser mais paciente comigo e a ficar mais calmo quando bate o nervoso. Relacionamento é isso, uma via de mão dupla em que cada pessoa pensa diferente da outra e não tem como adivinhar o que se passa na cabeça dela. Só sei o que ele pensa no momento em que ele me fala e voltamos em como a comunicação é importante.



Era pra esse texto ser todo meloso, de como nos amamos e blablabla, mas tô num momento meio bad, em que não aguento mais ver esse caos e estar sempre cansada e com o corpo doendo, tudo por causa da mudança. Sério, se eu fosse rica, contrataria uma equipe pra fazer isso por mim, tá loko! Então esse texto acabou ficando mais uma coisa que não sei explicar o que é hauhauahua Estou voltando hoje a uma vida mais normal, mesmo com dezenas de caixas e sacos de lixo espalhados pela casa, agora é tudo na calma, na paz! Mesa pra fazer as refeições? Não sei quando será montada e nem me importo hauhauhaua Até a próxima o/


Acompanhe as redes sociais do blog:

  


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

BEDA #2 App Memento


Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Nesse primeiro dia oficial de BEDA trago uma dica legal pra quem tem coleções das mais variadas. Um belo dia entrei no Google Play querendo um app pra organizar meus esmaltes. Depois de baixar uns quatro voltados pra esmaltes e nenhum me servir, encontrei o Memento. Ele é um app para organizar coleções e de certa forma até estoques. Já vem com várias bibliotecas​ prontas, então caso tu tenha alguma coleção que tem no app é só editar. Na imagem abaixo, segue algumas das telas principais do app e todas as bibliotecas​ já existentes.


clique para ver maior

No meu caso, queria pros esmaltes, que obviamente não tem no app, mas ele é totalmente editável e tu pode criar uma biblioteca do zero, exatamente do jeito que mais se adapta para tua coleção. Na imagem abaixo tem um esqueminha de como criar uma biblioteca e é aqui que ele é bem editável. Cada item pode ser excluído ou ficar em mais evidência, além de, infelizmente, as classificações estarem em inglês é facilmente editável, então é só trocar o nome do inglês para o português.


clique para ver maior

Aqui temos minha pequena coleção de esmaltes, e na imagem abaixo fica mais fácil de entender como posso editar tudo. Como disse, não existe biblioteca para esmaltes e aqui eu criei tudo conforme meu gosto. Na lista de esmaltes deixei como informação a Foto, mais Nome da Cor, Marca, Nota e Tipo. Deixei o perfil completo apenas desses dois primeiros. Na segunda imagem, é o perfil do esmalte, ali temos Tipo, Número de Camadas, Nota, Validade, Custo, Local da Compra e a foto, na terceira imagem, além de tudo o que falei acima, temos o link do post. Sim, tem campo para urls! 

clique para ver maior
O app também tem uma nuvem própria, que não recomendo. É um bom espaço, mas cada item pesa muito, então conseguirá guardar pouca coisa na nuvem. Minha intenção é além de catalogar os esmaltes, catalogar meus livros, colocando edição, data de aquisição e tudo o que tenho direito hahahahaha Mas não é só no celular que tu pode editar tuas coleções. Pelo site do Memento, ele oferece o download para Windows, ou seja, ter esse programinha no PC e ser feliz com tudo que é coleção todas bem organizadinhas! Ainda não baixei pra falar se é tão bom quanto o app, mas logo após a mudança​ quero baixar e arrumar tudo por lá, acredito que será bem mais fácil e prático! Caso tenham se interessado no Memento, é só baixar no Google Play para Android.

Espero que tenham gostado do post de hoje e quero que me digam se vocês usam algum app de organização tipo esse e se sim, qual é. Adoro descobrir novos apps! Ah sim, e como foram esses dois primeiros dias de BEDA​? Pra mim foram bem tensos, não tive tempo de entrar no PC e estou editando pelo celular​, que é muito ruim de escrever. Alem disso, hoje começou minha mudança é amanhã sera o dia mais cansativo! Quero pular o dia de amanhã hahahaha Até a próxima o/



Acompanhe as redes sociais do blog:
Facebook - Instagram

Café com Blog

terça-feira, 1 de agosto de 2017

BEDA #1 Olá BEDA 02/2017!



Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Comigo nem tudo bem, por que mesmo com mudança eu entro numa roubada dessas, devo ter algo de errado com minha cabeça hauahuahua Enfim, esse é aquele post em que apresento o BEDA pra vocês, digo o que vamos ter de postagens no blog e como sinto muito amor pelos coleguinhas blogueiros, linko todos os participantes. Assim como na versão de Abril do BEDA, vou participar pelos grupos Interative-se e Café com Blog, cada um deles tem uma agenda com temas bem legais pra nos ajudar nessa empreitada. Outro grupo que também tem BEDA é o United Blogs, sua agenda é sobre a blogesfera, estão se tu entende de blogs ou já tá pesquisando sobre, aconselho a agenda dele e também se tu é meio poia no assunto, fica ligada nos posts, tenho certeza que algum vai te ajudar com o blog (eu vou, por que sou meio poia sim!)!

Mas afinal, o que é BEDA? A sigla vem da expressão em inglês, Blog Every Day April/Agost, como estamos em agosto, o A é de Agosto. E como tudo o que é gringo nóis copia, tâmo aí na atividade!!! Em português seria, Bloggar Todos Os Dias Em Abril/Agosto, ou seja BTODEA, bem melhor em inglês né hauhauhua Esse é o terceiro que participo e espero que termine com pelo menos 90% dos posts. Dessa vez não vou me comprometer em postar todos os dias, afinal estou em processo de mudança nesse exato momento e pelo dia 10 vou viajar e ficar uns dias fora. O que der pra adiantar, vamos adiantar, mas não é sempre que dá! 


Mas o que vocês encontrarão aqui nesse mês de agosto?

Toda segunda teremos resenha de esmalte, e desse vez é um especial apenas com esmaltes da Avon. Toda sexta-feira teremos resenha de livros e mais 4 resenhas extras de contos da parceria com o blog Parágrafo e Sentimento. Como entrei atrasada no desafio de escrita criativa do grupo Universo Alternativo, teremos um intensivo com os posts atrasados desse desafio, serão 3 posts além do que sai sempre dia 15. Sobre esmaltes, teremos uma Comparação no começo do mês e uma Mixturinhas no final. Teremos também duas resenhas de batom. O resto deixo como surpresa, mas tenho só 3 dias vagos. É tão lindo ver a agenda do blog cheia né?! Ah sim, e não posso esquecer que logo no começo da segunda metade do mês apresentarei os melhores posts do BEDA. Em todo BEDA me comprometo a acompanhar os coleguinhas e divulgar os posts que mais gostei.

E por falar em coleguinhas, pra saber quem é louco como eu e vai participar dessa versão do BEDA é só bisbilhotar a lista abaixo:

Sueli do Canal Borboletas | Bruna Morgan | Cilene do Colecionando Meus Momentos | Cláudia do Mãe Literatura | Hanna Carolina do Mundinho da Hanna | Amanda do Meu Cantinho Virtual | Thaisa do Arte da Inspiração | Kleyde do Dose de Poesia | Luanna do Catarina Voltou a Escrever | Muryel do Era Uma Vez, Uma Menina  | Raquel do Mania de Organizar e Viver Saudável | Jônatas do Alma Crítica | Claudirene do Mulher Cristã e Seu Lar


Então é isso, espero que tenham gostado de saber o que é o BEDA, quem serão os participantes e o que vocês encontrarão a partir de amanhã aqui no blog. Até a próxima o/


Acompanhe as redes sociais do blog:
Facebook - Instagram

Café com Blog



segunda-feira, 31 de julho de 2017

Esmalte Violet Cora


Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Comigo só a correria da mudança: é limpa tudo, encaixota treco, vai pra Porto Alegre (fica 2 horas de ônibus daqui) pegar assinaturas... Uma função, mas ainda essa semana estaremos de casa nova! O esmalte de hoje é este azul muito lindo e diferente da Cora. Não conhecia a marca, esse foi meu primeiro contato com ela. Comprei num balaio por volta de R$ 3,00. Gostei muito do pincel, tem um tamanho ótimo. Infelizmente precisei de 4 camadas pra chegar a cor ideal, ou seja, ele é um esmalte muito ralinho e mancha até a terceira camada. Na quarta e última a cor ficou intensa e sem manchas. Acho que por ser ralo, a secagem foi bem rápida, o que compensou pela quantidade de camadas.




Que azul diferente né?! Uma coisa que não diz na embalagem é extra-brilho, mas ele tem, percebam na foto acima o quanto de brilho ele tem. Repetindo que não uso nada além do esmalte da resenha. Pra ser justa com eles, não acrescendo nada que possa mudar o acabamento do próprio esmalte. Com a função da mudança, não estou conseguindo tirar fotos todos os dias, mas tendo os primeiros e o último é suficiente. Ele lascou bastante no primeiro dia e nos outros quase nada, e isso que lavei pano e bastante louça. O brilho também foi sumindo com o passar dos dias.




No geral gostei bastante da marca, pra ter uma opinião formada sobre ela, preciso resenhar mais esmaltes, este foi o primeiro. É uma pena só a pigmentação ser tão baixa. Agora me digam o que acharam, se já conheciam essa marca, se tem pra vender aí na cidade de vocês. Quero saber tudo hahaha Deixo abaixo os links para todas as resenhas desse mês. E mês que vem (agosto) teremos especial só com esmaltes Avon! Até a próxima o/




Acompanhe as redes sociais do blog:


domingo, 30 de julho de 2017

Projeto 30 Dias 23: Algo que precisa

Ser Alguém Melhor

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Agora estou na reta final do desafio 30 dias do grupo café com blog e o assunto de hoje é "algo que preciso". Depois de muito bater cabeça cheguei a conclusão que não falarei em bens materiais, por que coisas são passageiras, a cada temporada queremos outra e outra e outra. Aquela primeira em pouco tempo nos será insignificante. Tirando coisas, me resta o ser. O Ser Nana. O que preciso afinal? 

Bem, dinheiro é a primeira coisa, por que sem ele passamos fome, nenhum dos nossos sonhos serão realizados. Sem ele nem a minha gata posso alimentar. Triste, mas é a realidade! Os próximos da lista são "coisas" que quase não tenho e que deveria ter. Me irrito muito fácil com pessoas, mesmo sabendo que cada um tem sua limitação, por isso preciso de paciência. Pra ter uma vida melhor em casa, preciso de organização, afinal, nada se limpa sozinho, os posts não se escrevem sozinhos e por aí vai. preciso ser organizada pras coisas fluírem com harmonia. Mas sem esquecer a dedicação, se faço algo pensando em outra coisa, nunca sai bem feito. Juntando tudo isso, serei uma pessoa mais responsável, uma pessoa adulta! É bizarro admitir isso, mas ainda não me vejo como uma adulta, mesmo tendo quase 30 anos.



Acompanhe as redes sociais do blog:

  

sábado, 29 de julho de 2017

BCR - My Precious

fonte da imagem
Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Comigo tudo dentro dos conformes. Fazia tempo que não participava de uma Blogagem Coletiva não é mesmo? Mas quando a Lila publicou as sugestões da Blogagem Coletiva Relâmpago não resisti a um dos temas sobre livros. O tema original é apresentar livros que foram baratinhos e que ninguém fala, mas pra combinar com meu título, mudei o tema e vou mostrar os livros que não empresto, não vendo, não troco; São meus e ninguém toca! Alguns até que foram baratos, pois costumo comprar em sebos e pela revista Avon. Como gostei do tema original, numa próxima mostrarei meus achados. Vamos as minhas pequenas coleções?



Livros do André Vianco


Não poderia ser diferente. Como meu autor favorito não entrar uma lista dessas? E foi justamente com ele que aprendi a não emprestar algumas coisas. Meu primeiro livro adulto (afinal HP é juvenil) e até hoje meu livro favorito, Os Sete, emprestei e ainda está com a criatura. Tem coisas que só aprendemos quebrando a cara. Adquiri meu primeiro da coleção por volta de 2004, Os Sete, logo depois veio Sétimo (continuação dOs Sete) e Bento, depois Vampiro-Rei vol. 1 (que hoje é vol. 2) e mais tarde O Turno da Noite vol. 1 (parte da saga Os Sete). Tem resenha de Bento (que saiu ontem), A Noite Maldita e O Caso Laura.




Livros do Eduardo Spohr


Dele tenho apenas esses três. O conheci com o livro A Batalha do Apocalipse que infelizmente não lembro onde comprei, mas começo a suspeitar que foi pela Avon, por que a saga Filhos do Eden foi pela revista e as edições são bem parecidas. Adoro comprar pela Avon, são edições mais em conta em que o valor dificilmente chega a R$ 30,00, só quando é box, o meu do Assassin's Creed foi uns R$ 60,00 por três livros. Vale muito a pena!

O autor gosta muito de teologia e a utiliza muito bem nesses livros. Também adoro esse tema e adorei todos. Quero muito a continuação da saga Filhos do Eden.




Saga Game of Thrones


Essa saga até que entra no tema original da BCR, todos comprei em sebos. Inclusive um deles tenho em dobro, o marido comprou um só que já o tinha hahaha Me apaixonei pelo primeiro livro e não poderia viver em paz sem as continuações. Estou louca pelo próximo! O que me fez gostar foi o inusitado. Todo mundo morre, os vilões vencem e tu não sabe o que vai acontecer. Bem diferente da maioria das estórias! Também tenho O Cavaleiro Andante, que se passa antes de Game of Thrones, mas ele posso emprestar hahaha

Tenho mais alguns livros que nem sequer emprestaria, mas esses estão no topo da lista como os "My Precious"!!! Os motivos são simples: estórias maravilhosas e muito bem escritas. E vocês sabem, um sumindo, vai ser muito difícil encontrar a mesma edição em algum sebo pra "repor" o perdido. E vocês, também são assim com livros? Ou alguma outra coisa? Se sim, quero saber quais livros estão na lista "My Precious" de vocês hahaha Espero que tenham gostado e não se esqueçam de ler os posts dos outros participantes! Até a próxima o/

Amanda - Preciosidades


Acompanhe as redes sociais do blog:


sexta-feira, 28 de julho de 2017

Livro Bento



Nome: Bento
Autor: André Vianco
Editora: Novo Século
Ano/Páginas: 2003/520
Sinopse: Skoob
Nota: 😻😻😻😻😻 

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Como comentei neste post, no começo de agosto vou me mudar e minha casa está uma bagunça e vai ficar assim por um bom tempo. Mas o blog continua firme e forte e a resenha de livro da semana é do meu autor favorito, Bento do André Vianco. O encaixei na categoria Releitura do desafio Bingo Literário e Premiado no Diminuindo a Pilha. Quando pesquisei, tinha visto no Wikipédia do autor que ele ganhou um prêmio com essa obra, infelizmente editaram o artigo e não consta mais os prêmios e não achei em nenhum outro lugar, então vamos ficar sem saber que prêmio foi esse hahaha

Bento é o primeiro livro por ordem de publicação da saga Vampiro-Rei, o primeiro por ordem cronológica é o A Noite Maldita e tem resenha dele aqui no blog. No primeiro capítulo acordamos junto com o protagonista, Lucas. Acorda numa sala escura, depois de um tempo dois homens com roupas de enfermeiros o buscam. No decorrer do deslize da maca, Lucas percebe que naquela sala existem dezenas de corpos. Transferido para um quarto conjugado, recebe comida e rápida visita da médica Ana. Após um tempo a porta que serve de ligação ao outro quarto é aberta e de lá sai um homem tão magro e pálido quanto Lucas. Assim como vão conversando sobre o que estão fazendo ali e quanto tempo estavam em coma, Lucas vai criando uma inimizade pelo homem, um asco, nojo... Sentia que alguma coisa estava errada com aquele cara. No dia seguinte ambos recebem espadas. Muito estranho, mas sim! O Cara ameaça Lucas e ele entra numa espécie de transe, ataca o Cara mesmo sem espada, rouba uma dele e não apenas o mata, o esquarteja o vizinho de cela! Depois da morte, finalmente Lucas não sente mais aquele cheiro podre que vinha do Cara e assim como o transe veio, vai embora e Lucas deita e dorme hauhauhuha Depois fica sabendo que o Cara era um vampiro.



É neste clima meigo e fofo que começa o livro. Lucas sai do hospital e um mundo novo é apresentado a ele e a nós. Descobre ser um dos Bentos, pessoas que após A Noite Maldita viram tipo uns caça-vampiros. Descobre que as antigas cidades e capitais não existem mais, todas vivaram covis gigantes de vampiros e que os seres humanos agora vivem em fortificações cercadas por muros altos, sem telefone, luz elétrica, água encanada... Mas em compensação, percebe que dentro dos muros elas se ajudam, são boas pessoas, ajudam o próximo, se importam uns com os outros - toda noite voluntários ficam de guarda fora dos muros, mesmo com a chance da fortificação ser atacada pelos noturnos, esses heróis são sempre os primeiros a perecer - bem diferente de como eram nas grandes metrópoles.

" - As principais metrópoles foram abandonadas. São Paulo, Florianópolis, Rio de Janeiro, viraram redutos de malucos e vampiros. Praticamente não dá para passar uma noite com vida nesses lugares. Sorocaba, Presidente Prudente, Salvador, Aracaju, Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Campinas, Niterói, Campo Grande... todos esses lugares e tantos nomes quanto você possa lembrar... já eram. Viraram cidades fantasmas.
 - O que é aquele prédio no final da rua?
Os homens olharam adiante. Paulo respondeu:
 - Não é um prédio, senhor. Aquilo é um muro. Se olhar ao redor do campus, verá que ele é completamente cercado, murado. Agora, para sobreviver, é assim. Os vampiros acabaram com tudo. Os sobreviventes foram empurrados para pequenos povoados. Os primeiros meses foram difíceis de acostumar, senhor. Tem gente traumatizada até hoje. A gente se juntava em lugares menores que as grandes cidades, como esses, e erguíamos muros. Tivemos que aprender a combatê-los, senhor."



Este livro mostra um Brasil completamente diferente do que temos hoje. Ele se passa 30 anos depois da noite que ficou conhecida como A Noite Maldita, onde literalmente do nada, metade da população mundial ou adormeceu, ficou numa espécie de coma ou continuou acordado, dos acordados, metade viraram vampiros. Todos os tipos de comunicações por onda também não existiam mais, ou seja, tv, telefone, rádio, satélites... tudo perdido. Com isso, a natureza ganhou vida, florestas tomaram conta de estradas, a população de várias espécies de animais voltou a crescer, além do ar mais puro e a cor do céu. Uma das primeiras observações de Lucas ao olhar pela primeira vez e notar que não poderia estar em São Paulo, justamente pelo céu claro e ar puro. Temos também novos animais nas matas; algumas pessoas com pena, libertaram os animais de zoológicos, transformando alguns lugares ainda mais perigosos. A vida das pessoas é regida pelo Sol. Quando ele nasce, todos saem felizes para seus afazeres nas fortificações, mas quando ele se põem... o medo volta. Todos se trancam em casa, rezando para que naquela noite os vampiros não ataquem!

"Todos sabiam que o sol trasladava inexorável, alheio às súplicas e á necessidade de mais tempo por parte daqueles bravos guerreiros. O salvador tornava-se carrasco. Ia permitir a escuridão. Ia libertar os noturnos. As criaturas donas da noite. Os caçadores de sangue. Os assassinos cruéis. O sol não se abalava por nada. O sol não sabia ser o que regia a hora da vida e a hora da morte na face da Terra. Ia embora em sua marcha contínua e inabalável. Implacável. Pregando aflição aos homens que lidavam com as cordas numa frágil balsa na superfície iluminada do planeta. Ele ia embora sem sequer notar a existência de oito soldados na margem do rio. Os homens, ignorados, sabiam que, por mais que orassem, o sol continuaria a mover-se. Sabiam que as mãos deviam superar o desespero e fixar as madeiras umas nas outras. Que teriam de correr na estrada. Que teriam de providenciar abrigo. E continuar rezando. Rezando para escaparem do olfato apurado das criaturas. Dos noturnos."



A estória gira em torno de Lucas, pois ele é o trigésimo Bento desperto. Existe uma profecia de que quando trinta Bentos se reunissem, 3 milagres aconteceriam na ajuda contra os noturnos. O livro mostra os percalços dessa jornada, a mudança na personalidade do recém desperto Lucas, que ficava quieto no seu canto, sem saber o que dizer, ao persistente e líder que todos precisavam e também os milagres! Mas não é só da parte humana que se trata o livro, o autor também nos mostra os vampiros, o seu lado da estória e os personagens principais dessa saga que se inicia. Vemos ser criada uma nova profecia e dessa vez pro lado dos vampiros, vemos uma nova organização em nome de um "novo" vampiro, o Vampiro-Rei. Sobre ele, conheceremos mais na próxima obra, a que leva o nome dele, Vampiro-Rei vol. 1 (que agora é vol. 2). Vou reler pra trazer resenha pra vocês!




Na foto anterior vocês podem ver que o Vianco escreve assim, tudo de uma talagada só. Quase não temos descanso. Isso pra mim deixa um suspense ainda maior. A gente vira a página e vê as próximas cheias e pensa "eitaaaa, vem muita coisa pela frente!!!" Fico sem fôlego com livros assim e adoro essa sensação! Outra coisa que gosto e que são sempre presentes nesses livros que tem apocalipses é a crítica a sociedade em que o autor vive naquele momento. Aqui, vemos como o mundo melhorou sem a ação humana, que ele está "respirando" nesse momento. E a atual sociedade do livro. Mesmo com esse desespero por proteção, as pessoas se cuidam e sabem que podem confiar umas nas outras.



Sou suspeita pra falar, adoro o modo como ele escreve e fica muito bem em todos os livros que li dele. Meu sonho é poder resenhar todos haahaha E sempre fico meio triste quando vou resenhar algo do Vianco, afinal é meu autor preferidos e adorei todos que li, sinto uma responsabilidade extra hauhauahu Espero que tenham gostado da resenha, eu adorei reler Bento e to bem contente por poder reler os que tenho! Deixo abaixo outros títulos já resenhados aqui no blog. Até a próxima o/




Acompanhe as redes sociais do blog:

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Músicas Vergonhosas 2 - Edição Pagode



Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Espero que esteja tudo bem, pelo menos comigo tenho passado alguns dias bem divertidos selecionando as músicas desse post e já para os próximos. Antes de começar essa seleção preciosa, quero dizer que adoro todas essas músicas e de maneira nenhuma estou criticando. Esse post nasceu na Blogagem Coletiva do grupo Café com Blog, a Flavi comentou que iria fazer um post sobre músicas que não são rock e que tem um pouco de vergonha de mostrar pros outros, afinal, rockeira como é, tem que se manter na linha, assim como eu hahaha Adoramos a ideia e pra não deixar a amiga passando vergonha sozinha, criamos a primeira Blogagem Coletiva Relâmpago do grupo. Como gostei muito da experiência, resolvi criar um quadro e meses depois apresento a vocês mais 10 músicas que gosto mas tenho vergonha hahahah

Eu tinha uma seleção de umas 15 músicas já, mas meu note estragou e perdi tudo e tive que começar do zero, como não lembro quais músicas eram, achei legal trazer por estilo musical. Até por que procuro as faixas pelo youtube e ele acaba mostrando vídeos parecidos nos "relacionados", assim fica muito mais fácil! Decidi começar por um estilo que gostava só na época que escutava rádio, depois que parei não escutei mais, que é o pagode. Nunca fui muito fã, mas como era meio que a única coisa que dava, ficava difícil gostar de outra coisa huahauhua Adorei recordar as músicas que gostava, lá pelo final dos anos 90 e início dos 2000! Vamos lá?! Ah, os que não tem clipe ou coisa assim, vou deixar bem fininho!




Eu Me Apaixonei Pela Pessoa Errada - Exaltasamba

"Eu me apaixonei pela pessoa errada, ninguém sabe o quanto que eu estou sofrendo, sempre que vejo ele do seu lado, morro de ciumes, tô enlouquecenduuuuu"





Lua Vai - Katingele

"Vá dizeeeer"






Deixa Acontecer - Grupo Revelação

"Deixa acontecer na-tu-ral-men-te, eu não quero ver vo-cê cho-rar, deixa que o amor en-con-tre a gente, nosso caso vai eternizar"






Dois Amores - Bokaloka

Essa tem a letra horrível, mas eu adorava hauhauhau Lembro que quando passava na rádio parava tudo o que tava fazendo pra escutar... "Pra ter as duas paixões não tem jeito, só tendo dois corações no meu peito, mas eu só tenho um pra suportar esse amor incomum. Eu sei que hoje estou dividido, quem sabe um dia talvez decidido. Eu crio coragem digo a verdade que só tem apenas um espaço no meu coração."






Caixa Postal - Bala Bombom e Chocolate

"Digo: eu ja fui lá, bati, liguei, deixei recado na caixa postal, não sei, não mais viii"





Dança da Vassoura - Molejo

A banda mais amada da internet auhuhauhau
"Mas tome cuidado com o cabo na vassoura, é pior do que cenoura e você pode se dar mal."






Fricote - Art Popular

"Sou seu namorado, vem, vem, que calor danado, vem, vem."





Sorria - To Te Filmando - Os Travessos

Essa era a boy band de pagode mais amada pelas menininhas. Acho que só gostava de algumas musicas. "Sorria que eu estou te filmando, sorria o coração ta gravando o seu nome aqui dentro de miiim"






Fissuras de Um Casal - Bala Bombom e Chocolate

"Onde foi que errei? quem vacilou? o que foi que aconteceu?"
"Brincava de trepar na goiabeira só pra calcinha..."






A Barata - Só Pra Contrariar

E por último esse clássico dos anos 90!






Passei um pouco de vergonha né?! Mas acho que poucos não gostavam de pagode naquela época. Me digam nos comentários que não tô sozinha nessa, por favor hauhauah Gostaram da minha lista? Na próxima, trago funk ou axé? O.O Escolha difícil essa né?! Funk é ainda mais vergonhoso!!! Fiz vocês entrarem no túnel do tempo? Eu entrei e adorei! Quer saber as primeiras músicas? Clica no post abaixo! Até a próxima o/

Músicas Que Gosto Mas Tenho Vergonha


Acompanhe as redes sociais do blog:




segunda-feira, 24 de julho de 2017

Esmalte Dara Risqué



Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Aqui estamos na correria, como comentei neste post, estamos em processo de mudança e todos os dias reservo um tempinho do dia pra ensacar e encaixotar coisas, aos pouquinhos vou fazendo pra não me atropelar. A resenha de esmalte de hoje é do queridinho Dara da Risqué, um marrom muito, mas muito escuro, tão escuro que nas fotos parece preto hahaha Comprei ele na faixa dos R$ 3,00. É bem pigmentado e acredito que uma manicure na primeira camada já consiga a cor ideal, eu precise de duas camadas. Sua aplicação é boa, o pincel tem um tamanho bom e a secagem é ok.





Lindo né?! Não entendi por que já no segundo dia ele ficou tão descascado, mas dá pra notar que não aumentou muito conforme os dias foram passando. Não lembro de ter feito algo pra descascar tanto assim. O que mais podemos perceber é a perda de brilho, no quinto e último dia estava quase sem. 


Quero saber de vocês se já usaram essa cor da Risqué, foi minha primeira vez e achei muito chique. Espero que tenham gostado. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog, a FanPage e principalmente o Instagram, lá estou atualizando diariamente e sobre a mudança. Até a próxima o/

Acompanhe as redes sociais do blog:


domingo, 23 de julho de 2017

Projeto 30 Dias 22: Algo que sente falta

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Comigo tudo bem, esses últimos dias tem sido um pouco cansativos, começamos a arrumar as coisas da casa em caixas pra mudança. Sim, vamos nos mudar de apartamento, o preço desse está acima do mercado e não estamos podendo pagar, mas vocês verão o novo apartamento, é bem mais em conta, mas é bem grande. Até por isso darei umas sumidas da internet. Vou continuar atualizando o blog conforme o calendário e o instagram pretendo atualizar todos os dias, mas nada é certo, sabem como é! 

Dando continuidade ao Desafio 30 Dias do grupo Café com Blog, hoje falarei sobre algo que sinto falta e mais uma vez decidi o que falar nesse exato momento hahaha Um tema mais complicado que o outro! Cheguei a conclusão que sinto falta da minha infância e adolescência. Não fui uma criança sem problemas, feliz e tranquila. Acho que ninguém é assim, a vida de ninguém é fácil! Tive muitos problemas quando mais nova e não gostaria de passar por eles de novo, mas a vida de adulto é uma bosta! O maior problema é o dinheiro.

Quando criança, tu depende dos teus pais, eles que te vestem e te alimentam. Tuas preocupações são sobreviver a escola e aguentar a rabugice dos pais. Em casa não se pode fazer muita coisa, brincar na rua não dá, qualquer coisa te mata, e em casa não pode ficar no chão que suja as roupas, não pode ver muita tv, não pode ficar muito no computador, os pais não tem muita grana pra ti dar brinquedos legais, resumindo, tu não pode fazer quase nada. Na escola é uma tortura, os professores são meio carrascos mesmo, poucos se salvam! Os colegas te avacalham até não poder mais! Eu odiava a escola!!! Era uma tortura mesmo ter que assistir as aulas e uma vitória quando chegava em casa sem esmurrar a porta do armário (escondida é claro!). O que me salvava nisso eram as amigas. Deixavam o clima mais leve e agradável. Tanto na escola como fora dela. 

Mesmo a escola sendo horrível, sinto falta dessa época, não da escola, mas de quando tinha a idade escolar. Na vida adulta, não pense não que as pessoas não te zoam, a diferença é que na escola se não vão com a tua cara eles riem dela, fazem caricaturas escrotas de ti (sim, fizeram isso comigo, no desenho eu era uma galinha e todos os garotos da sala acharam a maior graça. esse foi um dia em que esmurrei muito o armário), dizem que tu é o mais feio da sala e coisas do tipo. Mas na vida adulta, se a pessoa não vai com a tua cara ela não te dá um emprego. Olha que bonito! Só que é com emprego que tu ganha dinheiro e compra comida! Acaba que é bem pior né?! 

Sinto falta de só precisar existir. Meu papel era passar de ano e só. Hoje, como adulta, preciso trabalhar, por que sem dinheiro, nem amor dura. Os relacionamentos se desgastam por causa do estresse. Sem contar que mesmo sem dinheiro, tem que estar sempre linda! =D Não que na adolescência não tivesse isso, mas a gente sabe que todo adolescente é meio cagado hauhauhau Se fica doente? Vai quase morrendo mesmo pro trabalho. Afinal, as contas não se pagam sozinhas, elas não vão esperar tu ficar bom. Na escola não tem grandes problemas, justifica as faltas e pega a matéria com um colega. 

Saudades de ter poucas responsabilidades!


Acompanhe as redes sociais do blog:

  

sábado, 22 de julho de 2017

Livro Mitorégia - O Mistério do Unicórnio




Nome: Mitorégia - O Mistério do Unicórnio
Autor: Rodrigo Roddick
Editora: Selo Jovem
Ano/Páginas: 2016/294
Sinopse: skoob
Nota: 😻😻😻

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Comigo está tudo bem. Antes de falar sobre a resenha de hoje, quero avisar que a partir de hoje (dia 22 de julho) estarei em processo de mudança. Vamos nos mudar para outro apartamento e receberemos as chaves na primeira semana de agosto, então ficarei nessa função e meio fora da internet. Como sempre, tentarei manter o blog dentro do calendário e continuo querendo participar do BEDA. Vou tentar adiantar o que der!!! Justamente por causa da mudança viajei quinta e não deixei o post de ontem pronto (que era esse aqui). 

O livro de hoje, O Mistério do Unicórnio é do recente parceiro literário Rodrigo Roddick e espero trazer a entrevista com ele logo. Recebi o livro com dedicatória especial pra mim e um marcador, meu primeiro marcador, acreditam?! Este é o primeiro da saga Mitorégia e os próximos logo serão lançados, o segundo ainda esse ano. O Mistério do Unicórnio entra de cabeça no Universo criado pelo Rodrigo, que é enorme e cheio de raças como humanos, elfos, fadas, anjos, ogros e muitos mais, e nem por isso é apenas um livro introdutório, muita coisa acontece e temos algumas reviravoltas.




Mitorégia é um continente separado por vários reinos e habitado por várias raças que vivem em parte em harmonia. O mago mais poderoso, Abeo Moldrus, teve uma visão que um ser muito poderoso iria assolar o lugar, mas nessa visão também estava o salvador, o Cavaleiro Alado. Nosso herói, o Cavaleiro Alado, o anjo Edheriel vai para Mitorégia e lá descobre sua importância. Ele e mais alguns guerreiros e elementais (uma espécie de mago que controla os elementos: água, fogo, terra e ar) saem na missão de fechar o portal que de lá saem monstros como lobisomens, vampiros, zumbis e outros. É aqui que entra o unicórnio hahaha Sim, em Mitorégia existem unicórnios \o/

"Observei muitos reinos na viagem que fiz e descobri que muitas raças existiam em Mitorégia. Elfos, sereias, gnomos, fadas, dragões, centauros, unicórnios, anões e muitas outras pareciam compreender o que era viver em harmonia entre si o ambiente. A única raça que ignorava essa convivência era a humana."





Temos mais um grupo "passeando" por Mitorégia. Este segundo está atras do nosso herói. Fada, humano, gnomo, elfo e ogro (espero não estar esquecendo de ninguém hahaha) se aventuram em busca do Cavaleiro Alado. Um dos integrantes veio de outro continente e sabia da profecia envolvendo Edheriel e que todo o planeta corria perigo. Além de tudo isso, temos alguns capítulos que contam a história do O Pensador, um personagem que sofreu muito quando jovem, mas que parece ter um futuro cheio de surpresas. É muita coisa acontecendo! hauhauah

"Naquela época, eu tinha nove anos e ainda me lembrava dos recentes acontecimentos. Assisti minha vila, lugar onde cresci, ser incendiada, os campos destruídos e as pessoas mortas. Fugi assustado ao ver meu pai, minha mãe e irmã serem assassinados. Mas quando os mestres começaram a cuidar de nós, tudo isso foi esquecido. Não por mim. Meus três colegas esqueceram, mas eu não. Nunca esqueci o que aconteceu. Sempre que fechava os olhos, as cenas que vivi voltavam na minha mente. Todavia isso não me travou para o mundo."


dedicatória 💜

No livro encontramos muita ação, aventura e várias lutas com direito a espadas, flechas e muita magia. Um livro de fantasia com tudo o que o tema fantástico aborda. Me senti num jogo de MMORPG, tem tudo: raças diferentes, missões que levam os personagens de um canto a outro do mapa, arqueiros e magos (meus preferidos) jogando magias e encovando elementos sempre que preciso, tem até healer (curador) e é claro, o boss do jogo hauhauahua Quem gosta de RPG de fantasia vai adorar o livro. Além de todo o RPG, o livro tem muitas críticas a nossa sociedade, amor livre (LGBT), amizade, traição e inveja. Uma estória muito complexa e cheia de personagens. Só não dei 4 gatos pois com tanta coisa acontecendo fiquei confusa em alguns momentos, é aquele tipo de livro que o bom é reler depois de um tempo pra conseguir assimilar tudo!

"- Sou curioso. Gosto de saber sobre as coisas. Como é magia?
- É ter um poder vivo pulsante que o transforma em corpo-espaço. Significa que as transformações que imagina não apenas ocorre em seu corpo, mas atinge o âmbito espacial."

tricerátopo achando que é unicórnio 



Estou ansiosa para os próximos livros e saber o que acontecerá com Mitorégia e se seus habitantes se unirão aos dos outros continentes contra o mal maior que está por vir. Me digam nos comentários se gostaram da resenha de hoje. Pra quem se interessou e quer adquirir o livro, está por um preço bem bacana na loja da Selo Jovem, mas também é encontrado nas maiores lojas online do país, incluindo Amazon. Pra saber das novidades da saga, siga Mundo Paladino no facebook e @mundo.paladino no instagram. Até a próxima o/

Acompanhe as redes sociais do blog:

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Batons Toffee e Fuchsia da Mary Kay


Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Espero que esteja tudo ótimo. Hoje trago resenha de batom, fazia tempo que não fazia uma resenha de batom e aqui estamos nós. Quero ver se consigo trazer com mais frequência, tipo uma vez no mês. Dessa vez são batons da Mary Kay, o Toffee, um nude rosadinho e o Fuchsia, um roxo escuro. Ambos são cremosos e hidratantes. Custam R$ 39,90.  


Toffee


Vocês verão na foto abaixo que ele tem um leve rosado, mas é um nude e é quase a cor natural dos meus lábios, se ele fosse mate, me enganaria hahaha A única coisa que não gostei é que ele é cremoso de mais. Fica aquele aspecto brilhoso e meio molhado quando o cabelo bate nos lábios fica grudado sabe?! Pois é, não gosto disso, por isso que não uso gloss! Quanto a durabilidade achei muito boa. Fiz dois lanches e janta a noite. Mesmo sendo quase da dor dos meus lábios, dá pra ver que ainda tem um pouco na borda deles. Confere aqui abaixo: 





Fuchsia



Neste fica mais claro como ele é cremoso. Eles também são bem pigmentados, rápido pega a cor nos lábios. Minha "reclamação" é a mesma do anterior. Como fica "peguento", acabo que uso bem menos do que gostaria. Fiquei com este um pouco mais que o anterior, 15 minutos a mais e gostei da duração. Nesse dia não jantei, mas comi várias vezes no dia. Baixou muito a temperatura o que fez meus lábios ficarem bem mais secos.



Quero saber de vocês se já usaram algumas dessas cores ou se tem curiosidade. Tem resenha do Really Red, um vermelho muuuito vermelho hahaha Lembrando que segunda tivemos resenha do esmalte Solta o Som da ColorTrend. Até a próxima o/


Acompanhe as redes sociais do blog:

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Esmalte Solo de Guitarra ColorTrend


Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Comigo está tudo bem, mesmo estando um frio de renguear cusco! hauahuahu Minha homenagem ao dia internacional do rock veio atrasada, sempre faço tudo nas dadas erradas mesmo, então tá no padrão! Escolhi pra resenha dessa semana o Solo de Guitarra da ColorTrend, uma das marcas Avon. O preço dele é R$ 4,19, mas pode ser encontrado por R$ 3,29. Essa é uma coleção de 4 esmaltes, todos matte e com temática rock! \m/  Durante a semana que o utilizei, tive uns problemas pessoais e acabei não tirando fotos todos os dias e fiquei com ele por mais tempo.

Precisei de duas camadas pra atingir a cor total e acredito que se fosse um esmalte cremoso nem ia precisar da segunda camada. Ele  criou umas bolinhas na unha, no zoom abaixo dá pra ver direitinho. Vi que isso as vezes é da temperatura das mãos. A aplicação é muito boa, o pincel tem um tamanho bom e a secagem é rápida e fácil de perceber, basta mudar do "molhadinho" pro opaco. Ficou opaco, já pode passar a próxima camada.





Como disse acima, fiquei 7 dias com ele e não 5, que é o meu habitual e mesmo assim ele descascou pouco. O mais gritante é que ele foi perdendo a opacidade, foi ganhando mais brilho a cada dia. Na foto abaixo dá pra ver. Durante esses dias esfreguei alguns panos e continuou inteiro. Tirei poucas fotos por que foi bem nessa semana que torci o pé. 



Essa foi nossa resenha de esmalte da semana. Já resenhei todos que tenho dessa coleção, o azul Solta o Som e o vermelho Diva do Rock, deem uma olhada e depois me digam se já usaram algum desses dessa coleção especial inspirada no Rock. Espero que tenham gostado e até a próxima o/


Acompanhe as redes sociais do blog: