segunda-feira, 26 de junho de 2017

Esmalte Drica Biquini Cavado


Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Espero que tenham passado uma ótima semana! Semana passada tive algumas mudanças na minha rotina e por isso acabei ficando com este esmalte mais tempo nas unhas, e por ele me surpreender tanto na durabilidade, resolvi mostrar como ele ficou com 7 dias de uso! Como disse, semana passada eu consegui um bico e trabalhei na quarta feira e isso detonou minhas mãos, já estava ressecadas pelo frio e piorou por passar o dia mexendo em papeis. Hoje estão voltando ao normal. Por isso já peço desculpas pois essa unha ficou meio avacalhada mesmo hauhauhau

Enfim, vamos ao que interessa. Foi a primeira vez que utilizei essa marca, Drica, e gostei muito, quero comprar outras cores logo! Infelizmente não lembro quanto paguei nele, mas acredito que estava em torno de uns R$ 3,50. Também foi minha primeira vez usando rosa. O.O Desde criança não gosto dessa cor, mas quando vi esse esmalte me apaixonei por esse tom. É tipo um magenta, um rosa super escuro! Sua aplicação é muito boa e quando passei a primeira camada achei que ia precisar de três, mas duas foi suficiente pra mim. A secagem é boa, não demorou pra seguir com a vida huahauhua



Lindo né?! Na foto acima ele ficou sem brilho por que passei um creminho, a coisa tava feia hauhaahu Mas dando um tempo o extra brilho dele voltou com tudo. Além da durabilidade excelente, o brilho dele não saiu. A gente sabe que esmaltes muito brilhosos vão perdendo essa característica com o passar dos dias, mas com o Drica Biquini Cavado isso não aconteceu! Como disse antes, tive uma semana diferenciada e fui deixando pra fazer as unhas no final de semana o que resultou num maior tempo com ele. Mesmo lavando muito louça e alguns panos ele continuou firme e forte! Quase não vemos diferença do dia 4 ao 7 né?! 


Eu simplesmente adorei. Acho que esse foi o esmalte mais durável que já testei nesse quase um ano de blog (sim, estamos chegando ao nosso primeiro aninho^^)! Tanto na durabilidade quanto no brilho ele me surpreendeu muito, além de ser baratinho. Pena que ainda não tinha visto essa marca por aqui. Vou procurar e comprar mais^^ Agora me contem: vocês já usaram esse BBB? Aí na tua cidade tem o Drica pra vender? Me falem aqui nos comentários. Até a próxima o/



Acompanhe as redes sociais do blog:

domingo, 25 de junho de 2017

App Thirty



Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Hoje trago um post sobre esse app que tem me ajudado com o blog, saúde e leituras. Disponível na Google Play, na App Store e na Windows Store e também em versão Web, o aplicativo Thirty me foi apresentado pela Lila, a louca dos desafios e caí na dela. Alguns membros do grupo Tarja Preta criaram um desafio literário envolvendo este app, ajudando assim a se comprometer com a leitura todos os dias. O app funciona da seguinte maneira: crie tarefas diárias por 30 dias, ao final do dia tu atualiza o app dizendo se fez ou não aquela tarefa, podendo colocar fotos, vídeos e comentários sobre o dia. 

clique para ver maior
Na imagem acima temos a visão do seu perfil, nele mostra a quantidade de seguidores e quantos tu tá seguindo, todos os teus desafios, os atuais (que está fazendo) e abaixo os completos. Na barra com os ícones em cinza, temos da esquerda pra direita, o feed com as atualizações dos amigos, ao lado o perfil (como está selecionado está em azul), o balão, que é o feed de pessoas aleatórias pra ti explorar (as em destaque e líderes do ranking), e a lupa, onde tu procura perfis aleatórios, lá ficam em destaque os perfis com mais pontos acumulados. Ainda no Perfil, tem o troféu junto da foto de perfil, ali ficam todas as tuas conquistas. São mais de 20 conquistas pra te estimular a seguir com as tarefas, tem desde completar X dias com sucesso até X numero de pessoas que replicaram um desafio criado por ti.


clique para ver maior

Na imagem acima peguei dois desafios como exemplo, o Estica e Puxa, que é fazer alongamento todos os dias e o Menos Leito, tomar no máximo um copo de leite por dia. O Estica e Puxa no começo, como exemplo de como é a tela do primeiro dia, agora, já no final do mês; notem que estou com algumas bolinhas vermelhas, foram dias que não fiz alongamento; e o Menos Leito peguei como exemplo do desafio completo; notem que ele te dá um pequeno relatório de como foi aquele desafio.

Este é o terceiro mês que participo do desafio de leitura com esse grupo pelo App Thirty, e consiste em lermos pelo menos 30 páginas de qualquer coisa, pode ser livro, HQ, livro didático... Este é um desafio em grupo. Pelo app, tu pode criar um desafio com até 4 membros, se um dos membros não completa o desafio, ou seja, fica com bolinha vermelha, a bolinha daquele dia para o grupo fica vermelha, mesmo os outros 3 deixando a bolinha verde. Assim controlamos o grupo vencedor. No que vira o mês, algumas pessoas ficam de enviar prêmios aos ganhadores. Até o momento meu grupo está indo bem, nenhuma bolinha vermelha!

clique para ver maior

Esse aplicativo tem me ajudado muito com as leituras e com o blog. Pras leituras tenho 2 desafios, o em grupo e o individual, o em grupo tenho de ler 30 páginas e o pessoal pelo menos 50. Somando todos os livros do mês, a média de páginas por dia é de 50. Tem dias que não consigo ler as 50, mas outros leio mais que 50 e assim vamos indo^^ Graças a ele consegui criar uma rotina de ler todos os dias e diminui a pilha dos atrasados! Já com relação ao blog, ele me ajudou muito com o BEDA de abril, pois um dos meus desafios era escrever todos os dias. Nesse fiquei com vermelho em 1 dia e cinza em 2.

Tome cuidado com esse app, pois tu não precisa atualizar tuas tarefas todos os dias, mas se acumular muitos dias sem atualizar, ele não te deixa mais atualizar. No meu primeiro mês, em abril, fiquei uns 6 dias sem atualizar, sendo assim, os dois primeiros dias desses 6 ficaram "em branco". Chegamos a conclusão de que o app te deixa atualizar até 4 dias atrás. O que pra mim é ruim, nem sempre tu tem tempo de atualizar e vai deixando.

Lá no app sou a NanaAraujo caso queiram me seguir. Espero que tenham gostado desse aplicativo e se quiserem participar desse grupo de leitura é só me avisar aqui nos comentários. Até a próxima o/

Acompanhe as redes sociais do blog:

sábado, 24 de junho de 2017

Livro Baudolino


Nome: Baudolino
Autor: Umberto Eco
Editora: Record
Ano/Páginas: 2001/460
Sinopse: skoob
Nota: 😻😻😻

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Era pra esse post ser liberado ontem (sexta, afinal, agora sexta é dia de livros aqui), mas passei o dia fora e não consegui passar a resenha do meu caderninho pra cá. Mas quero saber, gostaram das novidades? Tomara que consiga dar conta hauahua Enfim, essa é a terceira obra que leio do Umberto Eco e não me arrependi de ter escolhido este livro para os desafios literários. As vezes nos falta ler obras mais pesadas e difíceis! Assim como a resenha anterior O Último Reino, esta também se passa da Idade Média, assim o encaixei na categoria Romance de Época do Bingo Literário.

Toda a trama se passa mais ou menos durante os anos de 1150 e 1200. Baudolino está em Constantinopla e salva a vida de um rico cidadão local durante a invasão que a cidade está sofrendo. Este senhor o acolhe e decidem fugir da cidade, está sendo invadida, saqueada e queimada. Baudolino começa então a contar sua história de vida a este senhor, que é tipo um escritor, contador de histórias. Nosso herói já tem uma certa idade e chega a conclusão que quer a ajuda dele para por suas lembranças em ordem.

Sua vida de aventuras começa de verdade quando ajuda um cavaleiro perdido perto do seu vilarejo (interior na Itália) a chegar ao seu acampamento. Ele o leva para passar a noite em sua casa. Gostando muito do garoto (Baudolino tinha uns 13/14 anos) resolve comprá-lo dos pais, eles muito amorosos (só que não) o vendem. Na manhã seguinte, Baudolino descobre que esse cara é nada mais, nada menos que o imperador do sacro império romano-germânico, o rei Frederico I, o Barba Ruiva! O que Frederico mais gostou no menino era sua simplicidade e sinceridade, e por isso, além de o tratar como filho, virou uma espécie de conselheiro. O que ele não sabia, era que Baudolino era extremamente mentiroso. No decorrer da rama, o próprio afirma que inventou todas as visões que teve quando adolescente, visões com santos, unicórnios, revelações celestes de que o imperador se daria bem...



Além de mentiroso, era muito inteligente, mesmo sem escolaridade, ouvindo estrangeiros falar, aprendia o idioma, assim, era um poliglota. No reino de Frederico, aprendeu a ler e escrever com os monges do rei e aqui começa sua maior aventura. Seu professor faleceu e no leito de morte lhe faz um apelo: que encontre o Preste João (padre) no extremo Oriente, assim o reinado de Frederico estaria a salvo. Chegando a vida adulta, foi estudar em Paris, quem sabe assim, esquece seu amor pela esposa do imperador. Só que não hauhauhau

"Mas não penses que te censuro. Se queres transformar-te num homem de letras, e quem sabe um dia escrever Histórias, deves também mentir, e inventar histórias, pois senão a tua História ficaria monótona. Mas terás de fazê-lo com moderação. O mundo condena os mentirosos que só sabem mentir, até mesmo sobre coisas mínimas, e premia os poetas que mentem apenas sobre coisas grandiosas."
Para ajudar o reino de seu pai, começa a por em pratica com seus amigos o que seu professor queria. Pesquisa sobre o Preste João e forja cartas que João teria escrito a Frederico, contando as maravilhas só existentes lá, seres mitológicos e maravilhosos e um presente que ele daria a Frederico caso fosse visitá-lo, dando a entender que seria o Santo Graal. Baudolino passou anos tentando convencer o rei a ir até João. Até que depois de muitas desventuras o imperador aceita. Ele nos apresenta a sua mais louca aventura!






Nicetas, que assim como nós está escutando tudo isso, não sabe dizer o que é real e o que é ficção em toda a história de vida de Baudolino. E pra dizer a verdade, nem eu hauhaua O autor, como sempre mistura fatos reais com ficção e no caso desse livro, fantasia. Sabe aqueles livros que a estória é fácil de entender, mas o autor adora complicar? Conta coisas que não precisaria? Esse é assim. Demorou pra leitura fluir, só na segunda metade do livro. Ele te exige alta concentração, são muitas informações, acontecimentos, reviravoltas e pra ajudar, se passa da Idade Média hauhaua Se tu é muito novinho, espere pra ler, leia com uns 20 e tantos anos. Eu com certeza preciso ler mais uma vez, assim como "O Nome da Rosa".

Não dei quatro gatos por essa dificuldade mesmo, e alguns detalhes, algumas palavras em latim e alemão (acho) não foram traduzidas e por ordem do autor. O livro é muito bom. Umberto Eco sendo Umberto Eco! Espero que tenham gostado dessa resenha e se tu gostar de Idade Média, tem alguns posts sobre isso. Vou deixar logo abaixo. Até a próxima o/





Acompanhe as redes sociais do blog: